Tragédia das torres gêmeas no Piauí

Imaginemos alguém que recorre a uma empresa creditícia para realizar empréstimo com objeto definido através de cláusula para cumprimento de um projeto, exemplo: A transação é concretizada para que o recurso do financiamento seja para edificar um condomínio de 5 mil unidades residenciais, ocorre que o canalha empreendedor, irresponsável, bandido e descompromissado usa a metade do dinheiro liberado para aquisição de um iate de alto luxo com dimensões superior a 5 mil pés.

Após muita esbornia com a primeira parcela do empréstimo liberado retorna ao banco para solicitar a segunda parte do valor empenhado, é evidente que o banco para atender o pleito exige prestação de contas com os devidos termos probantes, ou seja, notas fiscais, embora a instituição financeira tenha escorregado na maionese por não ter acompanhado a aplicação do recurso disponibilizado. O solicitante não conseguindo êxito na tentativa de liberar a segunda parte do empréstimo, decide aplicar um golpe de mestre invejável a Al Capone, solicitando um segundo empréstimo para com esse valor terminar por concluir detalhes do interior do iate que pode muito bem ser uma imensa sauna de uso coletivo a prática atraente de suruba elitizada.

Para ser concretizado tal despautério, interpela-se a negativa do banco através da mais alta corte de justiça, que muito solícita, atenciosa, sensível e bundosa determina ao banco federal prazo de 24h para que seja liberado o dinheiro, do contrário a instituição sofrerá multa diária de um bilhão de reais por desobediência às ordens do magistrado conivente e desatento.

Nessa quinta-feira 7 de junho do corrente ano a Caixa Econômica Federal depositou 315 milhões em conta especifica do governo do estado do Piauí, segundo especialistas a finalidade dessa merreca é para obras estruturantes em todo o estado, semelhante as que foram realizadas com o primeiro valor disponível de 307 milhões depositado na conta única do governo, que é tipo de liquidificador que mistura-se banana, mamão, pera, maçã, caju, açúcar a gosto, bastando um simples toque de dedo para que seja concretizado verdadeira mistura fina, tornando-se impossível após esse ato separar o que foi misturado. Minha tataravó definiria, verdadeiro balaio de gatos.

Ouvi a primeira-dama deputada federal, secretaria de educação e mãe da politica de acessibilidade do Piauí em um vale de lágrimas, ao conceder entrevista declinara peremptoriamente que o empréstimo teria que sair de qualquer maneira, o recurso quitaria parte dos compromissos pendentes do governo.

A grande dúvida prende-se ao fato de saber quem é de fato o mentiroso, o governador ou a sua porta-voz, em virtude que os comentários de autoridades, parlamentares, imprensa, sociedade civil organizada, desempregados e famintos acreditam piamente que as estradas do Piauí terão tapetes invejáveis as autoestradas da Europa e América do Norte.

Tenho convicção que a justificativa para o cabaré que será promovido com esses milhões, serão facilmente justificados sem afetar minimamente as cláusulas contratuais que regem a obrigatoriedade das tais obras estruturantes no Piauí, basta que o governador Wellington Dias, ofereça como presente de natal 10 km de asfalto a cada um dos 224 municípios do estado, deixando alegres, saltitantes e festivos os prefeitos que indubitavelmente votarão por gratidão no índio espertalhão e trapalhão.

Tenho dificuldade em determinar um adjetivo para essa prática, mas vou ousar em arriscar: corrupção, banditismo, roubalheira, patifaria, canalhice, descompromisso, impunidade e falta de vergonha na cara (O povo tem o governo que merece).

Parabéns a essa quadrilha que deita, rola e peida para esse estado campeão nacional de analfabetismo, embora ao conceder entrevista o governador do Piauí agradeceu a Deus pela vitória alcançada e declinou fatidicamente que sua próxima tarefa é liberar 250 milhões para uma única finalidade, gerar emprego ao piauiense, como sou adepto de são Tomé, só acredito vendo, para mim torna-se impossível, pois sou pessoa com deficiência visual.

Carlos Amorim DRT 2081



Este texto foi publicado em sexta-feira, junho 8th, 2018 às 9:36 am na(s) categoria(s) Crítica, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário