Toda nudez será castigada

Há três meses o governo de São Paulo enfrenta a fúria de baderneiros travestidos de estudantes, técnicos e especialistas em educação tentaram promover novo projeto para reformular processo educativo dos paulistas, propositura rechaçada com rigor e violência pelos tais jovens estudantes que se manifestaram em passeatas, carreatas, motins e vandalismos, culminando com imensas fogueiras em queima de pneus em plena via pública tumultuando e prejudicando o ir e vir das pessoas, como também o tráfego de veículos gerando centenas de quilômetros de engarrafamento.

Os colégios da rede pública estadual foram invadidos e ocupados pelos vândalos com pretexto de resistir determinações governamentais, transformaram os estabelecimentos educacionais em repúblicas, cabeças de porco, guetos, favelas, muquifos e outros. O criminoso procedimento prejudicou sobremaneira moradores das vizinhanças dos colégios, todo tipo de patifaria foi realizado pelos desocupados, quando a prostituição rolava solta, bebidas e drogas foram consumidas de forma incontrolável.

O governo temendo desfecho inesperado recuou da proposta, mesmo assim o bando persistiu em suas criminosas ações. A justiça de São Paulo através de mandado de segurança determinou a imediata desocupação dos prédios escolares, sendo rechaçado de forma vergonhosa com o exercício indigno da desobediência judicial realizado pelos recalcitrantes.

A imprensa promovia pauta diária assegurando voz ao pensamento dos embusteiros, a proliferação de líderes, chefes, coordenadores e organizadores do evento foi algo invejável aos assessores da campanha presidencial da Dilma Rousseff, cada um tentando puxar brasa para sua sardinha, massificando seus nomes e imagens como possíveis, futuros candidatos a cargos eletivos para dar continuidade ao importante evento que chamou atenção dos brasileiros.

Recentemente por ocasião dos desfiles das escolas de samba de São Paulo, uma jovem que se auto intitulou de representante do derrotado movimento, componente de uma ala de certa escola de samba, no aquecimento para o início do desfile percebendo que até aquele momento sua presença não havia chamado atenção de ninguém, decidiu aplicar o golpe da nudez, promoveu verdadeiro strip-tease retirando toda a fantasia, em seguida a blusa, depois a calcinha, quando arrancou o sapato do pé esquerdo um dos diretores agarrou a moleca pelo pescoço e arremessou fora da grade de isolamento do espaço, foi impiedosamente expulsa mesmo pelada. Esse ato desastroso causou imensos prejuízos à agremiação carnavalesca, pois o edital do código de postura não permitia nudez explícita na avenida.

Então está nítido, visível e detectável que essa geração Coca-Cola do Brasil não tem condições de assumir as rédeas dessa nação futuramente, são verdadeiras mentes vazias, improdutivos, de comportamentos idênticos de uma ingênua e indefesa ameba. É importante o prosseguimento desse processo para que os bandidos que ocupam cadeiras no Congresso Nacional brasileiro continuem com suas eleições e reeleições garantidas em decorrência da existência desses inúteis analfabetos travestidos de oportunistas politiqueiros.

Lamentavelmente as instituições internacionais em suas pesquisas garantem os últimos lugares as entidades dessa nação nos segmentos sociais, educacionais, políticos e administrativos.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima