Sodoma e Gomorra

Teresina está transformada em uma verdadeira pocilga, cercada de lixo por todos os lados, a via pública tem mais buraco que as crateras do solo lunar, calçamento cabeça de jacaré em todos os bairros, esgoto a céu aberto, fossas estouradas, o sistema de transporte coletivo urbano e uma desgraça, toda frota sucateada e exausta de anos em operacionalidade.

As leis vigentes de garantias de direitos a pessoa com algum tipo de deficiência são absolutamente desrespeitadas, as calçadas são locais de estacionamentos de veículos autorizado pelo poder publico municipal, os hospitais públicos faz vergonha para quem os procura, a necessidade de creche é gritante mesmo com boa vontade é impossível localizá-las.

A a falta de alimentação enteral mata centenas de pacientes por inanição, a Fundação Municipal de Saúde há mais de um ano empurra com a barriga esse grave problema de alimentação, promete para o próximo ano realizar licitação para aquisição do precioso produto. O Setut amarga prejuízo de 25 milhões de reais de subsídios negados pelo prefeito caloteiro.

O deputado estadual Dr. José Pessoa Leal, ajuizou três demandas judiciais no TRE em desfavor do Fifi, por abuso de poder econômico, manipulação criminosa nas coligações, quando preencheu a cota obrigatória de mulheres de forma fraudulenta, sem que as mesmas fossem sequer candidatas. Esta lide caminha a passos de cágado com as quatro patas engessadas e com os olhos vendados. Não consigo vislumbrar se os fatos denunciados são algo digno a alguém que mereça respeitabilidade.

Com todo esse procedimento nefasto e criminoso que pesa sobre o prefeito de Teresina adjetivado pela Lava Jato por Fifi, o Ministério Público do Piauí teve a insensatez de agraciar com medalha comemorativa ao seu aniversario esse indivíduo nocivo a sociedade teresinense, acredito tratar-se de uma compensação baseado no adagio popular “uma mão lava a outra”.

O Fifi vetou o projeto de lei 44/2017 aprovado por unanimidade da Câmara Municipal, atendendo perseguição da Marlúcia Gomes Evaristo de Almeida, promotora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Pessoa com Deficiência que usando argumento esdrúxulo e estúpido declinou tratar-se de projeto inconstitucional, se quer essa autoridade teve a curiosidade de conhecer de cabo a rabo o bojo do projeto que garante a obrigatoriedade ao estabelecimento, sendo opcional ao cliente.

A fundamentação da desastrosa peça abraçada de forma repugnante e indevidamente em nome do desenho universal é absolutamente inaceitável, mas como o Fifi tem a pretensão de fazer média de politica da boa vizinhança com o MP/PI aceitou de bom grado compactuar com essa imoralidade, portanto esta justificado o oferecimento da comenda ao Zé das medalhas da aldeia global de saudosa memória.

Em setembro de 2016, em uma entrevista ao programa painel da cidade, ancorado pelo radialista Joel Silva, veiculado pela rádio pioneira de Teresina, esse prefeito de bananas respondendo uma intervenção minha, garantiu que a Avenida Frei Serafim seria contemplada com sinais sonoros, no máximo até janeiro do corrente ano, pois já tinha dado ordem para os serviços. Então trata-se de conversa fiada, verdadeiro 171 que tem como propósito de vida mentir e ludibriar as pessoas.

A promotora especialista em inconstitucionalidade deu parecer proibitivo a instalação de sinais sonoros ao longo da Avenida acima citada, obedecendo exigência da Strans na pessoa do então superintendente Ricardo Freitas. Ao tomar conhecimento da estúpida decisão rechacei vigorosamente, asseverando que o ato fere de morte Lei Federal 10.098 artigo 9º.

A Marlúcia absolutamente possessa e descontrolada levantou-se de sua poltrona e aplicou violento murro em cima da mesa assustando Ricardo Freitas que deixou um papel que tinha em mãos cair, gritou a sua secretaria que estava em outra sala para que me retirasse do seu gabinete, que fosse assinar o termo de audiência em outo lugar, esbravejando gatos e lagartos disse-me aos gritos: “Não lhe atendo jamais, você pode ir reclamar até ao papa”. A título de informação, sou pessoa com deficiência visual ignorado e desmoralizado no exercício de minha cidadania.

Com esse histórico que me vitimou de forma vergonhosa e humilhante, temos a dupla Fifi e Marlúcia, unidos em prol da truculência, arrogância, prepotência, intransigência e totalitarismo. Por tais motivos veio a tão esperada troca de favores com objetivos duvidosos. Minha esperança e que os poderes brasileiros tomem vergonha em suas caras e façam esforço sobrenatural para respeitarem o contribuinte, o mantenedor de salários abusivos para vidas nababescas de descompromissados.

Carlos Amorim DRT 2081



Este texto foi publicado em quarta-feira, dezembro 20th, 2017 às 10:16 am na(s) categoria(s) Crítica, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário