Salamanca falsificada

O deputado federal e ex-jogador de futebol Romário, estará em Teresina quinta-feira dia 10 do corrente ano, quando às 19h se apresentará no ginásio Verdão, será atração principal ao disputar partida de futsal juntamente com deficientes visuais especialistas nessa modalidade de esporte praticado com bola especial que possui em seu interior um guiso espécie de chocalho para que o cego localize a trajetória da bola, todos jogam vendados evitando que os jogadores que possuem algum resíduo visual se beneficiem em detrimento da cegueira plena dos demais jogadores. (Acredito que este critério será imposto ao ex-craque da seleção brasileira que jogará sem ter a oportunidade de visualizar a área a qual em toda sua vida de atleta foi seu alvo com obstinação).

É importante a realização desse evento para dar visibilidade à pessoa com algum tipo de deficiencia, principalmente com a participação de um ex-atleta reconhecido, idolatrado e respeitado pelo povo brasileiro. Como estamos muito longe de alcançarmos a perfeição nas organizações dos nossos atos em todos os campos, não ficou devidamente esclarecido qual o motivo da necessidade do pagamento de cinco reais para ter acesso ao ginásio, quando sabemos que este jogo denominado de “projeto de inclusão a pessoa com algum tipo de deficiencia” tem o apoio amplo geral irrestrito de órgãos governamentais como: Secretaria Estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiencia e Conselho Estadual de Defesa da Pessoa com algum tipo de Deficiencia.

Tenho informações extraoficiais que o dinheiro da venda desses ingressos será rateado entre entidades que trabalham com essas categorias, contemplando inclusive órgãos públicos pertencentes ao governo do estado do Piauí, não entendo qual a justificativa para esse tipo de postura ilegal a luz do direito. Apesar de toda pompa e gigantesca promoção midiática, persisto enfatizando minha tese (Nós continuamos falando de nós para nós), ou seja, as pessoas com algum tipo de deficiencia continuam debatendo seus problemas entre elas mesmas, e oportunizando a terceiros como tutores a embiocarem em nossos assuntos como tábuas únicas de resolutividade, diariamente concedendo entrevistas, palestras, orientações, informações a nosso respeito como sendo autênticos representantes possuidores de gigantescas fórmulas mágicas a garantir nossa acessibilidade, inclusão, integração a direitos que já são legalmente encampados por oportunistas interessados em se locupletar explorando nossa ingenuidade, ignorância e imaturidade.

Temos conhecimento de dezenas de ilustres figuras do mundo artístico e esportivo com algum tipo de deficiencia absolutamente ausentes do nível e posturas em questões solidárias como cota de contribuição à valorização da comunidade de excluídos e rejeitados pela sociedade, em decorrência da criminosa cultura da discriminação e preconceito ainda arraigada fortemente nas veias, mentes e corações de indivíduos que não podem ser considerados seres humanos em virtude dos seus atos meramente excludentes e desrespeitosos.

No dia em que tivermos a capacidade de organizar nossos próprios eventos, acredito que finalmente atingimos nossa emancipação e representatividade adequada para gerirmos nossos próprios caminhos e destinos, andando com nossas próprias condições, qualquer que seja a limitação imposta de locomoção a pessoa com mobilidade reduzida, cadeirante, moletante, deficiente visual, deficiente intelectual, deficiente auditivo, síndrome de Down, autista e múltiplas deficiências, essas categorias enfim teriam alcançado sua total liberdade.

É premente a necessidade de representatividade política própria dos trinta milhões de brasileiros com algum tipo de deficiencia existente no Brasil (dados científicos do IBGE), talvez quando for atingido esse objetivo poderemos bradar aos quatro cantos desse território de dimensões tropicais “o futuro chegou”, até lá, temos na realidade apenas muita ficção e abstratas propostas de explícitas enganações aos olhos de um cego.

Acesse a páginas “Apoiadores”.  Faça como o cantor Zeca Baleiro, ajude manter este site no ar.  Obs.: Ouça neste site CD Mistura Fina faixa 1 (Apoio Zeca Baleiro)



Tags: , ,
Este texto foi publicado em terça-feira, maio 8th, 2012 às 9:16 am na(s) categoria(s) Crítica, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário