Pacote de satanás

Não sou de chutar cachorro morto, graças a Deus o prefeito de Teresina Firmino Filho, está nocauteado, massacrado e estendido na lona, inerte, impotente, derrotado para sempre, amém.

Nessa sexta-feira (27) ouvi o chororô do Firmino no programa do Pedro Tamanco, matéria gravada indubitavelmente paga com recursos oriundos de escorchantes impostos do contribuinte, sua voz tinha o timbre do fracasso, embora ostentando sua ousadia, petulância, audácia e totalitarismo, classificando-se de traído por quadrilheiros que ao longo de 34 anos roubaram, furtaram e delapidaram o patrimônio público municipal.

Nunca me senti tão feliz ao ouvir esse incompetente e irresponsável prefeito criança, chorar lágrimas de crocodilo tentando se justificar, buscando um lenitivo para a desgraça que construiu para sua vida. Há um adágio conhecidíssimo que assegura “quem cospe para cima e permanece no local…..”, o resultado me reservo o direito de não declinar, o internauta dará a resposta.

Nos últimos dias o Firmino queixa-se de traição descompromisso, bandidagem e outros adjetivos semelhantes, mas se esquece que é protagonista de toda essa mazela, catedrático nesse tipo de matéria, inescrupuloso, mentiroso, mau-caráter, traidor e dissimulado. Lembro-me perfeitamente de minha campanha a vereador de Teresina, em várias reuniões fazia questão de posar para foto comigo, prometeu mundos e fundos, me fez acreditar que era um homem, digno, honrado e honesto.

Certa ocasião passou o número do seu celular de final 4545, ficaria a minha disposição para qualquer eventualidade, de fato antes da eleição ligava para esse número a qualquer hora do dia ou da noite, o atendimento era imediato, após a contagem dos votos o número foi desativado, até a presente data jamais fui recebido por esse traste no seu gabinete.

Lembro-me que o Dr Pessoa enquanto vereador com o segundo maior sufrágio de votos dentre todos os vereadores, esteve comigo em audiência com o vice-prefeito de Teresina, em virtude de um afastamento do Firmino para passear no exterior, fomos recepcionado maravilhosamente naquela audiência, quando o prefeito em exercício usando de suas prerrogativas legais deferiu portaria autorizando o projeto Guia Legal comunicação para a acessibilidade, educativo a política vigente no Brasil pertinente as garantias de direitos a pessoa com algum tipo de deficiência a ser veiculado pela rádio cultura FM,107,9 ao conhecimento da sociedade. O projeto e a portaria foram enviados para a secretaria de comunicação, o programa estrearia em um espaço de 10 dias, o Firmino ao retornar revogou o despacho em conivência com a então secretária Cláudia Brandão.

Em uma das ocasiões que estive com a secretária para a assinatura do contrato solicitei auxílio de R$ 200,00 (duzentos reais) mensais, para custear o transporte até a emissora em virtude que o programa seria apresentado semanalmente aos sábados, sendo o transporte coletivo urbano deficitário e inconfiável usaríamos o transporte alternativo, ela sem titubear disse com todas as letras e pausadamente que teria que consultar a procuradoria do município, ao ouvir tal imbecilidade fiquei maravilhado, pois estava frente a frente com a mulher mais zelosa, digna e honrada dentre todos os gestores públicos do planeta.

Há uma semana fui comunicado pelo Ministério Público que o veto do Firmino ao Projeto de Lei 44/2017 obrigatoriedade de prato e talher adaptado a deficientes visuais em hotéis, bares, restaurantes e similares, aprovado pela Câmara Municipal de Teresina em duas sessões no plenário e em todas as comissões temáticas, foi embargado por um parecer da 28ª Promotoria. O que houve na realidade, tratava-se de um ofício, cujo teor ainda não tenho o devido conhecimento, mas posso afirmar, confirmar, garantir e assegurar que esse Firmino é o calhorda mais mentiroso do mundo, indigno e mau-caráter.

Lamentavelmente tínhamos como chefe do executivo municipal de Teresina um indivíduo de péssima qualidade, insensível, desumano e perseguidor, não teve a capacidade de reconhecer a importância da primeira patente deferida ao Piauí pelo Instituto da Propriedade Industrial-INPI, MU 9100241-9, inovação tecnológica inédita no Brasil e nos países signatários do INPI, patente premiado com voto de louvor da Assembleia Legislativa, proposição do então deputado José Pessoa Leal e Câmara Municipal de Teresina, indicativo dos vereadores Ricardo Bandeira, Cida Santiago, Rosário Bezerra, Teresinha Medeiros e Celene Fernandes, por 3 vezes representou o estado do Piauí em São Paulo na Feira Internacional da Reatech, portanto o Firmino é um ser desprezível e desabonador.

Estou fazendo essa matéria a dois dias de antecedência do final da votação do 2º turno, tenho convicção e absoluta certeza da exuberante vitória do Dr. Pessoa, sagrando-se prefeito de Teresina, vaticino que essa histórica votação do próximo dia 29 terá uma diferença de 120 mil votos sobre o candidato QUEBRÃO, pupilo do prefeito com a mala na rural.

Esse massacre em desfavor do Firmino e seu capacho é uma honra para mim, a maior alegria da minha vida, vitória pessoal, quero ter a graça de viver apenas e tão somente para ver às 8h da noite do dia 29, partiria dessa para a eternidade de alma lavada, sorridente pelo chute violentíssimo que aplicarei no rabo do Firmino para que ele vá dar a sua descarga na casa do caralho a 4.

Esse momento esperei com muita ansiedade, acalentava em min a sede de vingança e a tranquilidade que esse dia chegaria. Uso o adágio de minha saudosa tataravó, “quem me deve e tem com que pagar, não me deve nada”, estamos quites até a consumação dos tempos. Amém!

clique aqui para ouvir o áudio

Carlos Amorim DRT 2081/PI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima