Ovos de ouro com a impunidade

Há muito tenho denunciado sonegação de impostos do comércio de Teresina referente ao ICMS. É comum empresas e microempresas de assistências técnicas autorizadas por fábricas localizadas em grandes centros credenciarem representantes nas cidades de todo Brasil, dificilmente essas instituições oferecem nota fiscal ao consumidor, quando o cliente a exige é oferecido nota de entrega de mercadoria, isento de valor fiscal, esse ato criminoso tem como único objetivo sonegar impostos aos órgãos arrecadadores.

Tomei conhecimento através de entrevista concedida pela excelentíssima senhora Clotildes Carvalho, promotora de justiça do estado do Piauí, comentou em alto e bom som que cinco mil empresas estabelecidas no Piauí sonegam impostos, são milhões de reais que deixam de ser recolhidos aos cofres do estado. Esse ato delituoso provocou o Ministério Público a tomar medidas para conter essa sangria de recursos financeiros desviados.  Para que os acusados se livre das ações judiciais, basta que efetuem o pagamento do imposto sonegado.

Imagino nos dias atuais com o advento da tecnologia moderna da informática não haveria possibilidade para a prática de tais delitos. A implantação efetiva da nota eletrônica impossibilita aos estelionatários apoderarem-se indevidamente dos impostos pagos pelo consumidor. Causa-me preocupação a grave denuncia pronunciada por uma autoridade do poder judiciário, por colocar em cheque servidores públicos que exercem atividade de fiscalizar o segmento de arrecadação do estado, suscita dúvidas relativo  a seriedade, honestidade, compromisso e zelo desses agentes fazendários, também deixa transparecer desorganização do fisco do Piau em não controlar entrada de mercadorias, recolhimento dos respectivos impostos oriundos da venda dos produtos.

Esses são os modus operandi aplicados nos grandes centros do estado brasileiro, apesar de que a casa caiu para os sonegadores, acredito que todos devidamente identificados não pagarão retroativamente os impostos sonegados. O exemplo dos estados Unidos poderia ser útil ao Piauí nesse atual momento. O tio Sam, poderia ser negligente em algum setor da administração americana, mas implacável em cobrar centavo a centavo do que é devido aos cofres americanos em forma de impostos.

O gangster Al Capone, praticou todos os crimes a frente de suas organizações mafiosas sem enfrentar qualquer problema, quando partiu para sonegar, ludibriar e enganar o fisco foi rapidamente parar na cadeia, tendo seu patrimônio confiscado e encampado ao tesouro dos Estados Unidos.

Talvez eu esteja sonhado com impossível realidade de acontecer no Brasil por ao menos nesses 500 anos, quem sabe se daqui a um milênio não atingiremos esse nível de cidadania, responsabilidade cívica, honestidade e respeito ao país em que vivemos. Vamos aguardar pacientemente, pois a esperança não pode morrer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *