O Haiti é aqui

Ontem terça-feira 17 de janeiro de 2012 estive na sede da Associação dos Cegos do estado do Piauí tratando de questões inerentes a procedimento jurídico de nulidade da eleição dessa instituição. Na ocasião fui informado pelo servidor de pré-nome Celestino que o presidente ilegalmente empossado professor Janilton Marques verbalmente determinou ao servidor acima mencionado que só atenderia aos pleitos de solicitações do candidato a presidente dessa instituição Carlos Amorim, com a chapa denominada “Tigre de Bengala 2011” através de determinação judicial.

O que me causa espécie é que esse senhor contumaz em práticas nocivas e criminosas como corrupção eleitoral, compra de votos, abuso do poder econômico peculato, prevaricação, improbidade, desvios e falsidade ideológica também desrespeita ditames estatutários como transparência e disponibilidade a quem interessar ter acesso as prestações de contas da instituição, como também livre acesso a documentos aprovados pela assembléia dessa associação como é o caso específico de minhas solicitações através de pedidos oficiados administrativamente que foram desrespeitados por esse oportunista plantonista ilegal.  Acredito em seu receio de fazer provas contra si em ums cem números de arbitrariedades que cometeu em parceria com o ex-presidente Francisco das Chagas Costa, apoiador explícito de crimes eleitorais em favor de sua campanha a presidente, atualmente respondendo oitiva na delegacia geral de polícia civil do estado do Piauí por desvio, furto e apropriação indébita de donativos da Acep.

É lamentável que este professor que se autointitula de aluno do 4º período do curso de direito não tenha a mínima noção de suas obrigações como pessoa jurídica e cidadã, coincidentemente me deparei com esse pseudo representante ilegal da Acep e o alertei que exijo respostas de ofícios a ele enviados através de documento físico para que eu tenha prova irrefutável de crimes cometidos pelos representantes dessa instituição, como também juntar provas aos autos de processos de reparação de danos materiais e morais contra este usurpador de um mandato constituído ilegalmente, porquanto não ouve posse desse eleito em virtude da ausência da comissão eleitoral formada por Volmar Miranda Presidente, Vilma Alves e Ana Lúcia como componentes incidindo em criminal, vergonhoso e estúpido desrespeito ao regimento estatutário e do edital eleitoral.

Esse presidente fictício em nome de uma representatividade ilegal está assumindo compromissos e assinando documentos bancários, cartoriais e convênios públicos sem ter a representatividade legal para tal, gerando absoluto descrédito junto a sociedade e autoridades a instituição pela prática tipificada como falsidade ideológica disposto no artigo 171 do código criminal brasileiro.

Todo esse relato deprimente envolve do pé até a cabeça um indivíduo que detém graduação acadêmica e em conformidade de relato do seu irmão nos microfones da rádio pioneira de Teresina, ambos vieram do interior para Teresina, ao chegarem aqui com uma mão na frente outra atrás passaram muita fome, hoje vivem nababescamente cagando para tudo e para todos, exemplo máximo desse relato de miséria é o que esta dupla protagonizou na campanha para eleição da Acep de 4 de dezembro de 2011 ao promoverem em troca do voto desses cegos abestados, famintos e ignorantes, bingos, donativos, festivais de farofa com asa de frango, cachaçadas, eventos de lazer em balneários, jantares, almoços, feijoadas, distribuição de bugigangas e finalmente no dia da eleição a disponibilidade de grande frota de carros para transportar os eleitores do seu domicílio  as seções de votação localizadas na rua beneditinos 537, bairro São Pedro.

Se avaliarmos a grosso modo a evolução desses forasteiros, tiveram êxitos e fantásticas vitórias em suas trajetórias de vida e profissional com grande ascensão nunca antes imaginável a  dois analfabetos roceiros.

Atenção: Visite página Apoiadores



Tags: ,
Este texto foi publicado em quarta-feira, janeiro 18th, 2012 às 8:12 am na(s) categoria(s) Crítica, Denúncia. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário