Não aceito pagar vacina do SUS

Tenho informação fidedigna que a excelentíssima senhora Regina Sousa, vice-governadora do Piauí determinou a proibição de veiculação de spot e propagandas da iniciativa privada do segmento comercial empresarial e demais prestação de serviços divulgado, entende a vice-governadora tratar-se de apropriação indébita, improbidade administrativa e captação indevida de recursos financeiros auferido em benefício de gestores públicos, sendo a rádio Antares concessão pública pertencente ao governo do estado do Piauí seus encargos são de atribuição do estado através dos impostos dos contribuintes.

Lamentavelmente a determinação da zelosa autoridade não foi respeitada, sábado próximo passado ao ouvir o programa semanal jornal da Antares veiculado de 6 as 7 da manhã dois spots e propaganda do supermercado Carvalho foram massificados pelo diretor da emissora Rodolfo Valentim (imagino que o bom exemplo deveria partir desse pseudo líder).

A senhora Regina Sousa a frente da secretaria de administração do Piauí exerceu excelente mandato, austera, rigorosa, exigente, fiscalizadora e vigilante as normas, regras e ditames legais a serem cumpridos pelos servidores do estado. Uma autoridade líder do Partido dos Trabalhadores no quesito moralidade, dignidade, responsabilidade, compromisso, não existe em seu currículo ao longo de sua atividade pública qualquer indícios ou arranhão que possa atingir sua honorabilidade, nenhuma nódoa, nenhuma mácula, nenhum ato que desabone sua conduta retilínea, lamentavelmente percebo que nesse episódio da Antares, a desobediência rola solta, sendo necessário que a ex-senadora venha a via de fato e faça rolar cabeças para que o extraordinário trabalho que vem prestando ao nosso estado não seja desonrado nem tão pouco desmoralizado por quem quer que seja.

Um servidor da fundação Antares que me pediu reserva de sua identificação denunciou que o recurso financeiro obtido com essas propagandas são utilizados para abastecer carros dos servidores e custear viagens em serviço ou não dos protagonistas desse malefício a bolsa popular.

O hilário de todo esse episódio foi a maquiagem projetada para ludibriar e enganar a opinião pública, as propagandas foram precedidas da seguinte mensagem (apoio cultural para o programa x x x), em minha avaliação é o mesmo que trocar 6 por meia dúzia, com o agravante, o tal apoio cultural mencionado não informa ser a propaganda graciosa ou paga, tenho convicção que muita gente gostaria de ter conhecimento dos valores dessa negociata.

Acredito que brevemente o cidadão piauiense que solicitar através do 190, atendimento de uma equipe policial para uma eventualidade, terá que desembolsar R$ 500,00 para o pagamento do combustível da viatura, acrescido de mil reais pela prestação de serviço dos policiais, esse será o resultado final do exemplo praticado pela Fundação Antares e rádio Antares AM 800, tendo a frente o Pe. Humberto Coelho, comandante do esquema.

Carlos Amorim DRT 2081



Este texto foi publicado em quinta-feira, maio 30th, 2019 às 9:21 am na(s) categoria(s) Crítica, Denúncia, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário