Me excluíram a informação

O destrambelhado Arnaldo Ribeiro, apresentador da TV Antena 10, agrediu membros da briosa Polícia Militar do Piauí nivelando todos a um policial envolvido em uma tragédia que ceifou a vida de uma criança no bairro Ilhotas. Entendo o episódio como um caso isolado, a alta cúpula do comando da Polícia Militar reagiu de forma veemente, dentre as providências, expediu ofício a emissora repudiando o péssimo comportamento desse profissional antiético.

Fui surpreendido com os comentários do Arnaldo nesta quinta-feira (24), com uma de suas peças circenses de mal gosto ao comentar o procedimento inóspito da caserna, fez sua meia culpa um tipo de “morde e assopra”, próprio de morcego sanguinário do pífio comentário de quem redescobriu a pólvora e reinventou a roda, ao asseverar que o ser humano é complexo, existindo gente boa e ruim em todos os segmentos, concluindo o papo furado mencionando com riquezas de detalhes colou a história de extorsão do policial militar preso pela GRECO em sua residência com moto roubada, que seria entregue ao legítimo proprietário contatado por ele.

O Arnaldo tomou para si o devido processo legal que requer o caso, condenando o acusado a expulsão da corporação, prisão em regime fechado e perda do salário que recebe mensalmente. O que me causou espécie foi o relato feito nos veículos de propriedade do policial, constava até uma Blazer, entendi perfeitamente o objeto da análise dos bens “incompatíveis com o salário do policial”. Tenho convicção que mais uma vez o Arnaldo sairá incólume da bronca que se envolveu.

É importante que a TV Antena 10, receba severa punição por falta de respeito a vários segmentos da lavra do Arnaldo, por dezenas de vezes testemunhei verbalização criminosa desse apresentador de meia tigela fazendo gracinha com a comunidade de pessoas com algum tipo de deficiencia existente no Brasil, por exemplo: Esse bandido bem que podia trabalhar, pois não é doido, cego ou aleijado.

Se verificarmos a grosso modo, perceberemos facilmente o altíssimo teor de exclusão, discriminação e preconceito a 46 milhões de pessoas com algum tipo de deficiencia existente no Brasil (dados estatísticos oficiais do IBGE censo 2010). Por várias vezes denunciei esses crimes a direção da TV Antena 10, mas lamentavelmente não acontece nada, sequer oferecem alguma explicação como pretexto, é o mesmo que passar sebo na cara de jumenta prenha, essa empresa é omissa, negligente, irresponsável e conivente com as bandalheiras do Arnaldo.

Quinta-feira (24) fizeram um apelo para captação de recursos financeiros com uma vaquinha através da Internet em prol do tratamento de uma criança que foi atropelada por um lavador de carro desabilitado, que retirou indevidamente o veículo do posto para circular nas ruas de Teresina, a avó da criança se manifestou mencionando a carência e necessidade que se encontra, inclusive seu marido está doente, no final da entrevista declarou que não se alimentará enquanto sua neta não for atendida. O Arnaldo Ribeiro aproveitou a miséria daquela senhora para proselitismo sensacionalista, desprezando a informação mais importante ao telespectador e ouvinte, não mencionou os contatos para que fosse depositado as ajudas, tipo chave PIX, contas bancárias, corrente ou poupança.

No Brasil existem 6.5 milhões de pessoas exclusivamente com deficiencia visual, é importante que esse pobre-diabo entenda que esse contingente é formado por pessoas produtivas, trabalhadoras que possuem renda ou salários advindo do seu labor diário. Se o Brasil fosse um país sério, ao menos parecido com a Espanha, a TV Antena 10 e alguns de seus empregados mofaria na cadeia como punição por esse tipo de ato criminoso.

Carlos Amorim DRT 2081/PI

Post Relacionados Olho de Águia

Ouça o Programa

Guia Legal - Comunicação para Acessibilidade

Aos Domingos de 10:00 às 11:00 - Manhã

Jornalista Carlos Amorim
janeiro 2023
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031