Maria fumaça desmatando e queimando lenha

Recentemente estourou na secretaria de educação do Piauí uma bomba de nitroglicerina pura, a Polícia Federal investigou e descobriu um rombo acima de 300 milhões de reais, dinheiro desviado por uma monumental quadrilha que apoderou-se do recurso que seria aplicado no transporte escolar, enquanto a outra parte do dinheiro, justificaram o furto com o esdruxulo pretexto à produção de vastíssimo material gráfico, ocorre que os bandidos presos em flagrante foram colocados em liberdade pela justiça, contemplando a drasticidade e afirmativa de um ex-comandante da Polícia Militar, quando asseverou que o crime compensa no Piauí.

Atitulo de informação o empoderamento da mulher acontece tambem na criminalidade, absoluta maioria desse bando é formado por mulheres. A sociedade piauiense em manifestação nos programas de rádio, televisão, jornais e portais em coro perguntam, interrogam e exigem a prisão do casal que comandou toda a bandalheira, embora saibam que esse ato é praticamente impossível em virtude do foro privilegiado que detém as autoridades bandidas protagonistas do episódio.

Tenho interesse em saber qual valor pago ao conglomerado da justiça para libertar todos os envolvidos na tramoia histórica que lesou os cofres do estado do Piauí. A operação abafa foi estabelecida de forma veemente e severa, cuspidores de microfones, jabazeiros, bandidos travestidos de jornalista e classe patronal, deitam e rolam na carne seca, aproveitando magnífica oportunidade para tirarem a barriga da miséria e trocarem seus carros velhos ano 2005 por outro 10 anos mais novo.

Lamentavelmente tais indecorosos projetos dificultam a opinião pública ter o autentico conhecimento da gravidade do caso para que possa fazer seu juízo de valor e defenestrar do seio das instituições piauienses toda essa corja de ladrões, corruptos, vagabundos e canalhas usurpadores da fé pública e compradores de votos para permanecerem durante décadas gozando privilégios de mandatos eletivos, injustos e desonestos, oportunidade ímpar para continuidade e permanência da miséria, fome e injustiça reinante no estado do Piauí.

Fatos palpáveis e identificáveis sem dispender do mínimo esforço, basta verificar o número das pesquisas enganadoras e compradas que ludibriam, enganam e incentivam incautos dessa aldeia desprezível de ingênuos e analfabetos que formam a massa ignara, oriunda dos rincões desse pobre estado.

Os resultados dessas famigeradas atitudes geram o caos que o piauiense vivencia diariamente, servidores demitidos, salários atrasados, saúde na UTI, estudantes sem escola, milhares de obras interrompidas, corrupção incontrolável, o dinheiro público usado de forma descarada para beneficiar capachos, apaniguados e familiares dos governantes, e finalmente o povo desse estado amarga toda sorte de desanimo, tristeza e humilhação.

Lamentavelmente o faminto não tem a mínima condição de raciocinar logicamente no momento de escolher seus representantes no ato do exercício de apertar a tecla da urna eletrônica corretamente, qualquer ínfimos 10 reais altera a trajetória dos dedinhos nervosos, incentivados pela corrupção e abuso do poder econômico.

Carlos Amorim DRT 2081



Este texto foi publicado em sábado, agosto 25th, 2018 às 9:47 am na(s) categoria(s) Crítica, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário