Infeliz do homem que acredita em outro

O Jeová Alencar presidente da Câmara Municipal de Teresina nessa quinta-feira(16) aplicou golpe de mestre no prefeito Fifi, em votação vitoriosa para mais um biênio 20182020.

O maledicente prefeito perdeu a liderança do seu bando de apoio, arregimentado facilmente pelo estrategista vereador de maior poder de barganha do município de Teresina, fato autenticado pelo sufrágio de 11 mil votos em sua eleição sabe-se lá como.

O excrescente processo denota a fragilidade do eleitorado formado pelo gado novo, gado velho e gado doente. A incógnita que paira na antecipação da eleição da mesa diretora que poderia ser mais elástica com vários debates, discussões, explicações, acordos políticos com a participação da sociedade não aconteceu em virtude dos interesses escusos que geralmente permeiam sobre atos céleres como o protagonizado na data de ontem, um dia após o feriado, no meio da semana que tem como praxe os vagabundos, usurpadores do erário público decretarem ponto facultativo ate a segunda-feira.

O prefeito Fifi, adjetivado pela Lava Jato foi traído pelos seus pares que aproveitaram sua viagem de lazer a Madri para prática de turismo no continente Europeu, aproveitou o ensejo para se pendurar nos chifres de um touro madrilenho (vai gostar de chifre assim la no raio que o parta), embora não tenha metido a mão no bolso para dispor de um vintém, mas entendo ser sonho de Ícaro derrotado, ávidos os meninos e meninas todos de boca escancarada morderam o traseiro do Fifi abocanhando todo o fétido filé com ferocidade de famintos canibais.

Ouvi várias entrevistas dos golpistas tentando explicar o inexplicável, na minha concepção não obtiveram êxito em virtude que anteciparam a eleição da mesa diretora que poderia ser realizada no decorrer do mês de dezembro. Dentre todas as manifestações públicas a mais emocionante foi a protagonizada pela coruja choca, que desolada, descontrolada, desprestigiada e humilhada declarou peremptoriamente ter sido jogada para escanteio, não sendo convidada sequer para varrer o plenário da Câmara Municipal.

Se retroagirmos ao noticiário político nos deparamos com um boca-livre oferecido a todos os vereadores pelo governador Wellington Dias, o assunto debatido na tal reunião ate a presente data está mantido em segredo a sete chaves. Após a proclamação dessa esdrúxula votação ficou nítido e muito visível a tendência dos vereadores com os olhos bem abertos visualizando as eleições 2018.

O prefeito fanfarrão Firmino Filho, foi nocauteado de morte, apesar de ter usado todo seu poder de barganha para evitar clamorosa derrota conseguiu apenas garantir a ausencia de 12 vereadores da sua cota de apaniguados, em seu desfavor 17 votos pró Alencar, sacramentando a derrocada do Fifi que combalido, atordoado e manietado demonstrou aos teresinenses que a prefeitura está quebrada.

Como todos são venais mercenários e mercantilistas bastaria liberar as emendas retidas pelo poder executivo, tenho convicção que indubitavelmente o resultado teria sido adverso ao ocorrido.

O governador Wellington Dias costura fortíssima parceria com a Câmara Municipal para garantir o 4º mandato, antecipando a cruel derrota ao Fifi do imposvel sonho de um dia tornar-se governador do Piauí, embora usando suas estratégias imundas morrerá, afogado se debatendo na água o máximo que conseguirá é desenvolver o samba aquático de calcinha na mão. Quem viver verá, está lançado por mim o futuro político desse ordinário prefeito.

Carlos Amorim DRT 2081/PI



Este texto foi publicado em sexta-feira, novembro 17th, 2017 às 7:52 am na(s) categoria(s) Crítica, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário