Idéia vitoriosa

Em 17 de março de 2011 escrevi neste site matéria que denominei de “prato e talher adaptados a deficiente visual”, narrei alguns fatos relativos a um simples acidente, como também descrevi nos mínimos detalhes um projeto de minha autoria já em fase de análise pelo INPI(Instituto Nacional da Propriedade Industrial). Em 3 de janeiro de 2011 dei entrada de toda documentação, inclusive o protótipo da criação de minha lavra para que fosse  efetuado pesquisa em todo Brasil pelo órgão competente com a finalidade de certificar a veracidade da idéia única e inédita  para que houvesse a certificação da propriedade de direito sobre a autenticidade da invenção.

Na data de ontem 6 de março de corrente ano, fui informado pelo SEBRAE do registro definitivo da patente do objeto acima mencionado, que foi registrado e publicado em 6 de dezembro de 2011, estando garantido e assegurado legalmente  todos os direitos a mim reservado. Pretendo dar visibilidade desse produto em eventos de exposições específicas para amostragem de invenções que venham a facilitar a vida diária das pessoas e suas limitações solucionadas através de idéias fluentes e criativas, pedirei auxílio a consultores e especialistas desse segmento industrial e comercial para que possamos ter recompensa financeira dessa descoberta de grande valor, agregado a quatro itens encontrados em todos os domicílios residenciais e comerciais de todo planeta terra denominados e conhecidíssimos por todos como: prato, colher, garfo e faca que deixarão de ser terrores de pessoas com deficiencia visual, facilmente adequado, a pessoas com membros superiores amputados como, por exemplo, um braço ou uma mão, favorece também ao idoso com algum tipo de transtorno neurológico que tenha dificuldade para manusear a colher. Tem grande utilidade para o uso de criança especialmente para tomar os alimentos líquidos ou pastosos.

Quero neste momento de muita satisfação agradecer ao Deus todo poderoso pelo êxito e sucesso alcançado por essa minha idéia, que para os grandes centros do país é uma exceção tal criatividade proveniente de alguém do estado do Piauí, sendo esse utensílio futuramente de grande aceitação de todo brasileiro.

Acredito que os parlamentares brasileiros apresentarão propostas de lei para que restaurantes e similares tenham disponíveis em seus estabelecimentos pratos e talheres adaptados a pessoas com deficiencia visual, quando serão contemplados 30 milhões de pessoas com algum tipo de deficiencia no Brasil que serão incluídos através dessa nossa proposta e ficarão livres dos constantes, constrangimentos, humilhações e discriminações visível ao mais insensível ser humano.

Acesse a página “Apoiadores”.

Faça como o cantor Zeca Baleiro, ajude manter este site no ar.

Obs.: Ouça neste site CD Mistura Fina faixa 1 (Apoio Zeca Baleiro)

 

 

 

 

 

 

 



Tags: , ,
Este texto foi publicado em terça-feira, março 6th, 2012 às 8:20 am na(s) categoria(s) Acessibilidade, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

1 comentário para “Idéia vitoriosa”

  1. Celene Amorim

    Parabéns Carlos Amorim em idealizar pratos e talheres acessível, no qual trarão melhor comodidade a pessoa com deficiência visual, também pelo esforço, dedicação e persistência em levar o criação a ser patenteado, a batalha foi grande e a conquista maior ainda, é de grande importância a criação para que o deficiente visual se sirva de qualquer alimento sem problema, foi patenteado é uma realidade. Mais uma vez parabéns pelo feito.

Deixe um comentário

Seu comentário