Gordura saturada

Dois idosos, um velho e uma velha, ambos com a mesma pegada no sentido da maledicência, incoerência e semelhantes no ato do oportunismo aviltante em beneficio das suas causas pétreas, para isso passam por cima até mesmo do Chiquinho do Vaticano.

Após esse preâmbulo acrescido de alguns adjetivos, sou obrigado a declinar o nome dos ocupantes da bancada da rádio e televisão Meio Norte em suas atuações diárias, Cintia Lages e Paulo Brito, as plásticas faciais mais extraordinária que se possa imaginar, invejável a uma criança de 8 anos de idade contrastando apenas o caráter nocivo de ambos, vejamos:

Recentemente ouvi o analfabeto cuspidor de microfone asseverar que em uma discussão com sua filha por bate boca de preferencia de candidatos a presidência da República, o decrépito é Lula-lá, sendo a filha, outro candidato, no frigir dos ovos da acalorada briga o ex jagunço do João Claudino, expulsou de sua casa a filha com ameaça explícita que se não fosse embora imediatamente lhe daria uma facada ou peixeirada, o óbvio aconteceu, ou seja, a filha ameaçada teve que sair correndo para proteger a própria vida, com um agravante, levando sua filha que é neta do desafeto (parabéns ao Paulo Guimarães pela matéria jornalística extraordinária).

O outro episódio protagonizado pela contadora de estória em todas as manhãs de segunda a sexta-feira refere-se a perseguição a candidata a governadora do Piauí Jessy Lima, a qual recebe todas as críticas perversas, negativas, humilhantes e criminosas por parte da Cyntia Lages, que tem como hábito humilhar, depreciar e constranger as pessoas a seu bel prazer, sendo o mais grave as acusações que a candidata é uma ignorante no quesito produção agrícola usada após exaurir sua falácia no quesito nano e micro empreendedor, tema repetido a exaustão, embora tenha ocupado a Secretaria da Economia Solidária não conseguiu demonstrar competência, sendo criticada severamente, cujo ato provocou sua demissão pelo prefeito da cidade.

Lembro-me que autorizado pela diretoria da emissora estive no programa ancorado por essa má profissional para direito de resposta com tempo de 12 minutos, por incrível que pareça me pronunciei apenas o suficiente para saudação aos ouvintes de forma precária, pois fui atropelado e ameaçado por essa desqualificada locutora que sem titubear declarou em alto e bom tom (você está proibido de falar no nome da Drª…., limite-se apenas a patente do Prato e Talher), retruquei o ato da censura e fui rechaçado com o seguinte palavreado, ponha-se para fora, no meu programa você não fala, o microfone foi cortado e fui retirado do estúdio.

Um dos diretores da rádio se disse impotente para punir a péssima profissional, como justificativa ofereceu a oportunidade para gravar o direito de resposta para ser veiculado no programa daquela pobre-diabo, minha resposta foi negativa e me retirei amargando a decepção e a vergonha do desrespeito que foi submetido por uma pessoa depreciável, irresponsável e mal caráter.

Tenho ouvido veementes comentários referentes a importância do rádio, corroboro em gênero, número e grau apenas no quesito tecnologia agregada ao aparelho receptor da emissora de rádio difusão, mas entendo haver necessidade imediata de reposição do material humano, calejado, enrugado, obsoleto, vencido e ultrapassado com todos os vícios que 50 anos de insistência provocaram a essa casta de incompetentes e medíocres corruptos da comunicação do Piauí.

Velhos jabazeiros retiram o espaço de jovens oriundos de universidades e faculdades de jornalismo e Comunicação Social, entusiasmados e ávidos para contribuírem com a informação autêntica a opinião pública. Já é chegado a hora de aplicarem o chute da demissão sumária no rabo desses e dessas cansados de guerra diária.

Carlos Amorim DRT 2081/PI

oficio Rocecildo

Post Relacionados Olho de Águia

Ouça o Programa

Guia Legal - Comunicação para Acessibilidade

Aos Domingos de 10:00 às 11:00 - Manhã

Jornalista Carlos Amorim
janeiro 2023
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031