Garapa de rapadura com farinha seca

Recentemente em Teresina foi deflagrada gigantesca operação policial, dezenas de prisões efetuadas envolvendo membros de quadrilha especializada em estelionatos, falsidade ideológica, falsificação de documentos, vendas de provas de concursos públicos e vasto comércio de gabaritos, esse bando atuava em todo Brasil.

O lamentável desse acontecimento é o espetáculo circense que alguns membros do jornalismo do Piauí fizeram ao divulgarem o relaxamento de várias prisões de envolvidos que deixaram a cadeia palitando dentes, autorizados pela justiça, graças à fragilidade e frouxidão das leis brasileiras. O que me deixou embasbacado refere-se a surpresa de alguns jornalistas que de forma demagógica demonstravam perplexidade pelo tipo de prática comum, quando se trata de figurões presos contemplados com a impunidade refletindo a sociedade como verdadeiro tapa na cara.

Há pouco tempo foi massificada a opinião pública, escândalo inaceitável envolvendo operadores do direito, serventuário da justiça, uma faxineira e membros do TJ-PI acusados de tráficos de influencia e venda de sentenças, por incrível que pareça a sociedade teresinense acometida de severa amnésia esqueceu o deprimente espetáculo criminoso.

Outro episódio de grandes proporções ocorreu com o envolvimento de fiscais da Secretaria de Fazenda que negociavam indevidamente cobranças de impostos de auto cargas que transitavam nos pontos de fiscalização do estado.

As operações criminosas investigadas pela polícia causaram prejuízos de milhões de reais aos cofres da Secretaria de Fazenda do Piauí, dezenas de acusados foram presos os quais ficaram pouquíssimo tempo na cadeia, foram colocados em liberdade através de recursos impetrados na justiça, retornaram seus postos de trabalho e estão com suas caras cínicas como se nada tivesse acontecido assegurados pela estúpida impunidade preparando-se para uma nova nefasta operação.

O deputado federal Assis Carvalho enquanto diretor geral do Detran em uma certa manhã concedeu entrevista a vários veículos de comunicação assegurando que deflagraria naquele dia grande operação no Detran e prenderia vários corruptos, falsários, estelionatários e outros, de fato ocorreu o ato anunciado pela autoridade máxima daquele departamento, dezenas de acusados presos conduzidos a delegacia. Para surpresa de toda sociedade os jornais televisivos levados ao ar entre 12 e 14h noticiavam em suas pautas que todos os acusados já haviam sido colocados em liberdade graças a mandados de segurança e liminares decididas pela justiça.

Com esses exemplos acredito que as surpresas demonstradas pela matéria exibida, na minha concepção é simplesmente factoide de um verdadeiro enche tripa, em virtude da fragilidade do jornalista para apresentar sua notícia bombástica do dia. O mal de quem se julga esperto demais é imaginar que a sociedade é absolutamente imbecilizada. É de bom alvitre não subestimar a inteligência alheia, principalmente quando não se tem o devido conhecimento do potencial do discernimento de quem está ouvindo.



Tags: , , ,
Este texto foi publicado em terça-feira, março 15th, 2016 às 9:30 am na(s) categoria(s) Crítica, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário