Dia de Luto.

A TV Globo promoveu matéria educativa, conscientizadora e politizadora ao eleitorado brasileiro perguntando: “Que Brasil você quer para o futuro?” Lamentavelmente o povo do Piauí desmoralizou, desrespeitou e desconsiderou o projeto, quando em 7 de outubro votou nos mesmos que ocupa os parlamentos há 40 anos, com o agravante, elegeram as esposas, filhos, netos, sobrinhos, sobrinhas, afilhados tias e tios desses decrépitos, corruptos e bandidos.

Essa miscelânea compõe os 30 deputados da assembleia legislativa, metade são ex-gestores públicos que durante 4 anos usaram suas pastas para propaganda eleitoreira extemporânea, o inaceitável é que o governador Wellington Dias, agregara a este poder no mínimo 15 suplentes para garantir as negociatas, compromissos de campanha com os companheiros.

A violência campeia de forma assustadora, a fome é uma constante nos barracos, muquifos e guetos do proletariado, imagino que em virtude dessas desgraças reúne-se importante matéria prima a ser explorada por esses bandidos, enganadores, mentirosos e compradores de voto.

Essas miseráveis vítimas têm suas mazelas amenizadas através da famigerada bolsa família, “compra de voto desfaçada permanente” para manter cativo essa faixa de cidadãos e cidadãs de quinta categoria, tornando-se nocivos, preocupando a sociedade civil organizada em virtude da eterna cultura de homens e mulheres cativos e obcecado pelo bandido Lula, o qual eles o tratam de pai.

O governo do Piauí ao longo da permanência do Wellington Dias, tem causado imensos danos as instituições, autarquias, poderes e entidades legalmente constituídas, os escândalos são diários:

- Milhões de reais desviados da Secretaria de Educação

- Milhões de reais furtados da Secretaria de Fazenda

- Milhões de reais roubados da Secretaria de Meio Ambiente

- Dois empréstimos tomados da Caixa Econômica Federal, um de 307 milhões e o segundo de valor semelhante sumiram como se fosse sorvete em uma temperatura de 40º.

- Duzentos milhões descontados da folha de pagamento dos servidores que seriam pagos ao consignado bancário foram retidos pelo próprio governo para finalidade esclusa negativando o CPF do servidor.

- Seis meses os planos de saúde do estado sem atendimento pelas clínicas credenciadas em virtude da ausência de pagamento.

- Quatro meses os professores grevaram em decorrência da objeção do Wellington Dias, em pagar o percentual de 6.81% referente ao piso salarial, cujo procedimento prejudicou o ano letivo de milhares de alunos.

O Governo do Wellington Dias, é campeão de obras paradas em todo o estado durante os 12 anos de mandato, não existe no estado uma única obra estruturante edificada por esse moço, para perplexidade de todos conseguiu sua reeleição pela quarta vez em 1º turno com 55% de sufrágio dos votos válidos, qualquer imbecil ao tomar conhecimento desse informativo perceberá facilmente que essa eleição foi recheada de coisas estranhas.

A compra de voto foi algo extraordinário, é impossível e inadmissível que nesse estado com a existência de meio milhão de analfabetos de letra e verbos possa deter consciência cívica para votar exercendo sua dignidade de cidadania. A fome é negra, motivo específico para a exploração de canalhas, ladrões e covardes que usam 50 ou 100 reais para comprar os votos desses pobres necessitados, é inconcebível que eleitos há 3 dias do pleito tivessem seus escritórios invadidos pela polícia federal por determinação do juiz Sérgio Moro, conseguissem estrondosa vitória nas urnas, ato digno de um povo imbecil, vagabundo irresponsável e omisso, a conivência desses fatos são verdadeiro tapa na cara do homem de bem,

Autoridades de todos os níveis ao se banquetearem concedem entrevistas elogiando o pleito eleitoral, chegam ao exagero de declinarem que foi o melhor processo de votação dos últimos 100 anos, esses relinchos são provenientes de quem deveria, zelar, fiscalizar e punir com severidade os autores das práticas maledicentes.

No dia da votação houvera várias ocorrências de vultosas quantias em dinheiro em bagageiro de automóveis, sacos, sacolas etc. como flagrante do crime eleitoral apreenderam vastíssimo material eleitoral, lista de votantes e cópias de títulos eleitorais. Está explícito aqui protesto que a TV Globo não massificou.

Carlos Amorim DRT 2081



Este texto foi publicado em terça-feira, outubro 9th, 2018 às 10:09 am na(s) categoria(s) Crítica, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário