Com a palavra quem de direito possa

Segunda-feira (15) por volta de 9h 30 ao mudar a sintonia do rádio me deparei com o Mário Rogério da Costa Soares, detentor da concessão pública rádio difusora interagindo por telefone com um vendedor de carros usados no verdão, ao desligar o telefone fez um imbecilizado comentário. O Wellington Dias comanda e controla o tribunal de justiça do Piauí, qualquer um dos desembargadores defere uma liminar em branco apenas e tão somente com assinatura para o governador preencher o objeto da lide, ele não precisa ir ao gabinete de ninguém basta enviar um WhatsApp isso não é novidade para ninguém.

O que me deixa escandalizado, perplexo e constrangido é a irresponsabilidade de um cuspidor de microfone que por sua ignorância não tem dimensão do desastre que causa a justiça do Piauí, fato na minha avaliação merecedor de severas penalidades. A liberdade de imprensa como também a liberdade de pensamento e expressão e livre manifestação de ideias garantido pelo texto constitucional brasileiro não ampara esse tipo de postura indecorosa, maledicente, ultrajante e agressiva.

Esse desprovido cidadão se autointitula acima do bem e do mal, exímio descumpridor de determinações judiciais acreditando convicto da impunidade que tem garantido a anos permanecer incólume em suas atitudes, atos e ações indevidas e inaceitáveis. Sua arrogância, intransigência, prepotência e truculência superam todas as cláusulas de convivência estável e harmoniosa em desfavor de todos que pensam diferente de seus interesses.

Lamentavelmente o Brasil demonstra ser desorganizado em decorrência dos desmandos governamentais dos antecessores do atual governo federal, as estroinices, desinformações, promiscuidade, agressões homofóbicos e outros são massificadas todos os dias nessa emissora, com a conivência, omissão, negligencia e irresponsabilidade do concessionário, cuja concessão a meu ver já deveria ter sido revogada pelo Ministério das Comunicações a serviço da autenticidade de informações a opinião pública.

Um desprovido ouvinte contumaz em promover proselitismos religiosos, políticos, econômicos, financeiros e outros, tem como pauta principal agredir, atacar, desrespeitar e humilhar cidadãos e cidadãs de bem ao destilar seu veneno em todas as direções como sendo a palmatória do mundo. Lembro-me que esse oportunista teceu severas críticas a Strans com o estúpido argumento que um semáforo ao acender o sinal vermelho obriga que dezenas de carros parem para que um único pedestre atravesse a via de rolamento de veículos, sem muito esforço percebe-se tratar-se de um imbecil ou um débil mental.

Em uma acirrada e desrespeitada crítica a um professor de pre nome Renato, asseverou peremptoriamente ser homofóbico, não respeitando ninguém que pense diferente. Esses fatos indecorosos incentivam os demais ouvintes a cometerem abusos.

Um indivíduo de forma anônima liga várias vezes para essa emissora para atacar violentamente a honorabilidade, autoridade, respeitabilidade e dignidade do governador Wellington Dias, o adjetivando de moleque, vagabundo, ladrão, bandido, mentiroso, corrupto e outros, não entendo que esse tipo de linha editorial seja praticado normalmente em um veículo de comunicação.

O que é cômico se não fosse trágico é que programa dessa extirpe com esse tipo de palavreado chulo, consiga preencher a grade de comerciais. Seria importante que a sociedade reagisse não atendendo o apelo dos Spots veiculado nessa rádio casca de ovo de pato.

Carlos Amorim DRT 2081

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *