Barrão obeso

A província de Teresina deu como presente de natal aos seus munícipes muito lixo, esgoto a céu aberto, buracos, crateras, lama estagnada na via pública e outras promoções de degradação em toda esfera municipal, graças a irresponsabilidade, descompromisso e incompetência do prefeito Firmino Filho, reconhecido pela Lava Jato por Fifi.

Neste 25 de dezembro percorri várias ruas da cidade do lixo ouvindo a descrição perfeita efetuada pelo meu cunhado que dirigia nosso automóvel, o que me deixa perplexo é o descaramento do Firmino ao empurrar os problemas da sua péssima administração a terceiros, conforme entrevista concedida ao jornalista Gil Costa, veiculada pela rádio Pioneira de Teresina por esse desprovido. Submete sob seu domínio a maioria dos componentes do poder legislativo municipal, conseguindo aprovar as mais ridículas bandalheiras que se possa imaginar, todos omissos, negligentes, subservientes mercenários e mercantilistas permanentemente ajoelhados perante o gestor administrativo central.

É impossível e inexplicável a cegueira mental desses fiscalizadores de mentira, o ministério Público não atua, a Procuradoria Federal é um órgão expectador, poderes, autarquias, entidades e autoridades ignoram a desgraça que se abate sobre essa cidade bosta de anum. O transporte público foi dissolvido por esse medíocre prefeito, hospitais municipais desequipados e imprestáveis ao atendimento digno a sociedade, os médicos, principalmente plantonistas são absolutos, desrespeitando escalas que lhes são designadas de forma impune e vergonhosa. A fiscalização de logradouros públicos pertencentes a municipalidade estão a mercê de bandidos, ladrões e assassinos, embora o prefeito de meia tigela assevere em suas entrevistas ser a melhor administração de uma prefeitura no Brasil.

Lamentavelmente tenho que ouvir, embora inconformado, tais criminosas declarações, dentre milhares de canalhices desse mal fadado prefeito citarei apenas uma, na Rua Tenente Dôta de Oliveira na altura do número 1210, há 2 anos existe um buraco em um esgoto que escoa dejetos, lama e outros mateiras inservíveis nas galerias, vários acidentes já ocorreram no local em virtude da impossibilidade do motorista identificar o buraco cheio d’água.

Verifica-se facilmente que o Firmino dá a Teresina não um presente de grego, mas um presente do satanás. Boa sorte prefeito Fifi, desejo-lhe para o ano de 2019 que tenha o discernimento e a capacidade própria do escorpião, que com seu próprio ferrão ao se ver em apuro simplesmente tira a sua própria vida. Essa é a solução para autoridade incompetente.

Carlos Amorim DRT 2081



Tags:
Este texto foi publicado em quarta-feira, dezembro 26th, 2018 às 10:05 am na(s) categoria(s) Crítica, Denúncia, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário