Assalto a mão desarmada

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) que tem a frente como superintendente o senhor Pang Yen Shiao, no decorrer desses cinco meses de gestão tem desenvolvido gradativamente grande trabalho organizacional do transito de Teresina, já é possível vislumbrar alguma mudança que em um passado bem recente era impossível ser identificado.

É desnecessário exigirmos a imediata solução de toda problemática desse segmento em virtude de gravíssima desobediência coletiva as regras, leis e normas que regulam o transito urbano dessa cidade, acredito e confio na competência do novo administrador que tem demonstrado em pouco tempo ser profundo conhecedor dessa pasta. Sendo descendente de orientais tem táticas e costumes da cultura mineira, trabalha em silencio e evita entrevistas diárias para não prejudicar os métodos operandi para flagrar o motorista infrator com a boca na botija, ou seja, autua-lo no ato do arbítrio.

Tomei conhecimento através de matérias jornalísticas de operação para combater operacionalidade de mototaxista pirata. Esse procedimento é de fundamental importância para garantir segurança e confiabilidade aos credenciados como autênticos mototaxistas treinados, qualificados e habilitados para prestar serviço à sociedade. Um aspecto que exige premência, urgência e rigor é a questão de valores extorsivos cobrados aleatoriamente ao usuário pelo sistema de mototáxi.

Sou usuário do serviço oferecido pelos táxis  surpreendentemente existem trechos entre dois pontos realizados por mototaxistas que os valores a serem pagos superam aos dos táxis que oferecem melhor estrutura, segurança, ar-condicionado, conforto e outros, é necessário a existência de uma tabela elaborada após estudos referentes a consumo de combustível, desgaste da motocicleta e a remuneração do operador, com base em índices salariais determinado pelo governo.

Recentemente contratei os serviços de um mototaxista para levar um envelope com dois CDs do centro para o bairro Santa Maria da Codipe, tive que desembolsar vinte cinco reais. Nessa segunda-feira (20) um mototaxista para ir da Praça Pedro II ao conjunto Jacinta Andrade foi cobrado trinta reais em virtude da greve do transporte Urbano de Teresina. É importante que essa problemática seja solucionada imediatamente evitando assim ação de profissionais desonestos e oportunistas agindo impunemente em desfavor da bolsa popular.

Apesar de reconhecer a existência de milhares de graves questões que pesam sobre a Strans, faço esse apelo, para que haja prioridade como princípio da razoabilidade a debelar esse câncer social arraigado no sangue de maus cidadãos com o objetivo de tirar proveito de situações ainda fora de controle.

Para ilustrar essa matéria tomo posse do ensinamento do senhor Hugo Napoleão ex-governador do Estado do Piauí e atual detentor de mandato de Deputado Federal (primeiro as coisas primeiras)



Tags: ,
Este texto foi publicado em terça-feira, maio 21st, 2013 às 1:55 am na(s) categoria(s) Crítica, Geral. Você pode acompanhar todos os comentários deste post através do feed RSS 2.0. Você pode deixar um comentário, ou dar trackback através do seu próprio site.

Deixe um comentário

Seu comentário