Asa delta de cara pra cima

Sábado (17) enquanto ouvia um programa em uma emissora de rádio na cidade de Timon, o ancora anunciou que entrevistaria o prefeito Lahesio Bonfim, do município de São Pedro dos Crentes, teceu alguns comentários referente a atuação digna, honesta, responsável e disciplinada de sua administração. A uma hora do término do programa foi anunciado o tão esperado convidado. 

Suas primeiras palavras me deixaram de orelha em pé, ao propagar que obteve mais de 90% de sufrágio popular para sua reeleição. Ao ouvir a proclamação dessa extraordinária vitória, mentalmente imaginei que a máxima que toda unanimidade é burra deixava de ser autentica, graças ao fenômeno do pré-candidato a governador do Maranhão em campanha extemporânea, estarrecia os ouvintes da emissora e garantiu com a mão em cima da Bíblia que é um político diferente de todos existente no Brasil, teceu breves comentários de sua vida, oriunda de família paupérrima, que durante boa parte de sua infância viveu na lama literalmente ao ponto que não conseguiu aprender a nadar, as vezes que tentou foi repreendido com a seguinte expressão: sai dessa lama satanás, será que tu não entende que essa água é pra todos beberem, inclusive os animais.

Declarou que veio do nada, sua casa era edificada de barro, conseguiu a duras custas por milagre de Deus estudar mesmo oriundo de uma miséria generalizada, passando muita fome e todo tipo de necessidade que se possa imaginar, acalentava no fundo do seu coração e na sua mente o desejo de um dia ser prefeito, com esse objetivo se formou em medicina, concursado em instituições públicas, atua também em consultórios fazendo consultas o dia inteiro, todo esse sacrifício era uma forma de se aproximar do povo, lidar diariamente com centenas de pessoas e finalmente se eleger ao cargo que tanto sonhou. Asseverou que se mantém com os recursos oriundos da sua atividade da medicina, 60 mil reais mensais.

Informou não perceber salário enquanto prefeito de 17 mil reais, esse recurso é doado para edificações de casas para pobres, o material é adquirido e o próprio prefeito, amigos e colaboradores colocam a mão na massa e entregam todos os meses uma casa a um sem teto de família carente, disse ser adversário e inimigo do Flávio Dino, governador do Maranhão, é um comunista mau, cercado de bando que extorquem o erário contemplados por milhares de DAS de valores de 3 mil reais até o infinito, declinou que em seu município conhece um que recebe 3 mil reais sem que tenha assinado uma única vez presença no local de trabalho, garantiu que o Flávio Dino liberou 20 unidades de vacinas do Covid 19, quando foi receber as tais vacinas em São Luís na camionete Hilux da prefeitura, ao retornar por falta de conservação das estradas e muita chuva sofreu um acidente, tendo o veículo perda total, mas por ser muito previdente e zeloso pelo recurso financeiro do município conseguiu recuperar o prejuízo em virtude que o carro estava assegurado.

Afirmou com todas as letras que o culpado por essa tragédia foi o Flávio Dino, que segundo afirmou, se continuar no governo abdicando de concorrer a um mandato em 2022 morrerá abraçado ao poder, semelhante a Roseana Sarney. Sem titubear garantiu que seu município é o mais desenvolvido e próspero do |Maranhão, é pequeno com poucos recursos nas instâncias superiores, mas que supera todas as diversidades, com muito trabalho desenvolvido por todos os munícipes, empresariado e comerciante. Comentou sobre projetos do governo do estado para o seu município, o colégio licitado por mais de 400 mil reais, o prefeito conseguiu edificar o mesmo modelo por pouco mais de 100 mil reais, outra licitação com valor acima de 300 mil reais foi realizada com recursos próprio do município por 80 mil reais, uma obra do governo está parada, cheia de mato e abandonada e por ai vai.

Eu como não sou adepto ao oba-oba de quem que que seja, fiquei com um pé atrás, para minha surpresa o candidato em campanha ao governo, disse ao apresentador do programa: você está falando com o futuro governador do Maranhão, olhe bem para minha cara, para isso vou tirar minha máscara para evitar que você futuramente diga em seu programa ter entrevistado um mentiroso mascarado, portanto olhe bem para minha cara “serei o futuro governador do Maranhão”. Afirmou jamais explorar a fome do povo, critica severa ao Flávio Dino, que nesse final de semana distribuiu 780 mil sextas básicas.

O leque de promessas foi extraordinário, imagino que o excelentíssimo senhor prefeito tem convicção que se manifestava para idiotas, imbecis e ignorantes, quando sua postura era totalitária, intransigente, arrogante, truculenta e ditatorial, em momento algum reconheceu o parlamento maranhense que tem atribuições de aprovar ou não o processo executivo da lavra do governador, cá com meus botões retroagi a outra máxima, “a esmola quando é muito grande o cego desconfia”.

O apresentador do programa liberou o telefone para a participação popular, fui o primeiro, com duas manifestações, perguntei referente a politica de acessibilidade desenvolvido no seu município, com base na Lei Federal da Inclusão LBI de nº 13.146/2015. Em seguida sugeri que no município daquele prefeito fosse implantada parceria com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial-INPI, para que a inovação tecnológica de criatividade e invenções do seu povo fosse registrado com a carta patente de propriedade dos seus criadores.

Quero justificar minha sugestão em virtude que o prefeito declinou na entrevista, grande preocupação com a escolaridade e o profissionalismo do jovem para ascenderem na vida através de uma profissão no mercado de trabalho, sendo sua ideologia que o serviço público não é forma de alguém produzir o suficiente para uma vida confortável. Houvera mais 5 participações, lembro de um que é sindicalista do segmento da construção civil, cuja manifestação percebi facilmente, teve um único objetivo, (dizer que era fã incondicional do prefeito), outro disse que conhecia o trabalho do prefeito através da internet, os demais falaram coisas semelhantes que não vale a pena declinar, moral da história, o fabuloso prefeito em campanha extemporânea para o governo do Maranhão em 2022 respondeu a todos, lembro-me que um deles o prefeito disse que teria o maior prazer em responder, de fato a resposta foi de acordo com seus interesses e convicções que o momento exigia. A única que não mereceu resposta pelo prefeito em campanha extemporânea foi a minha manifestação, tenho convicção que não tinha conhecimento mínimo de minha explanação.

O número de pessoas com algum tipo de deficiência não merece sua atenção,  como também a existência de 46 milhões de pessoas com deficiência existente no Brasil (dados estatísticos oficiais do IBGE, censo 2010). A politica vigente no Brasil de garantias de direitos a pessoas com algum tipo de deficiência no município de São Pedro dos Crentes é absolutamente inexistente, a acessibilidade exigida pela ABNT 9.050 nos espaços públicos na cidade de São Pedro dos Crentes é verdadeiro caos, fato demostrado pela inércia, omissão e ausência de compromisso do prefeito em suas prosopopeias eleitoreira.

É evidente o processo de discriminação, preconceito e exclusão a pessoa com algum tipo de deficiência em todas as instâncias dos 5.570 municípios do Brasil, não seria diferente na capital da utopia, do sonho e da globalização do abstrato, chegando ao estágio de encaixotar vento em malotes de lona com destino a exportação asiática. Aguardarei com ansiedade e atenção o resultado das eleições de 2022 no estado do Maranhão, tenho absoluta certeza que não queimarei minha língua, nem tão pouco vaticino de forma equivocada as mirabolantes promessas de um moço que segundo suas próprias palavras ora 24 horas ininterruptamente todos os dias.

Carlos Amorim DRT 2081/PI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima